25.4.08

O Verdadeiro Poder

Está ultrapassado o tempo em que se acreditava que a natureza se devia submeter ao poder da Razão humana, hiperbolizando-se o conhecimento objectivo e científico. Está ultrapassado o tempo em que se acreditava que alguns iluminados poderiam trazer a solução para os problemas que envolvem e dizem respeito a todos os entes (sociais).
Hoje, uma vez que todas as pessoas são (ou deveriam ser), ao mesmo tempo, dotadas de poder e sofredoras da sua acção, um consenso social derivante da Acção Comunicativa, como a defendeu Habermas e um entendimento recíproco, parecem-no o único um caminho possível para fortalecer a transformação necessária na esfera da arqueologia.
O verdadeiro domínio da situação iniciar-se-ia com a dissecarcação dos conceitos inerentes à actividade, atingindo, forçosamente, todos os indivíduos envolvidos. Apenas desta forma a sociedade se ajuntaria e procuraria proteger o que reconhecia. Assim, todos, cada um com o seu contributo, participariam na produção de conhecimento sobre o património, resultante de uma dialéctica constante entre trajectórias individuais e operadores colectivos, guardando-se, assim, elementos do passado colectivo.


CHEVITARESE, L. (2001). As razões da Pós Modernidade. IN Analógos. Anais da I SAF-PUC. RJ
GUILLAUME, M. (2003). A política do Património. Campo das Ciências, Porto.
GONÇALVES, M. (1999). Teoria da ação comunicativa de Habermas: Possibilidades de uma ação educativa de cunho interdisciplinar na escola. IN Educação & Sociedade, ano XX, nº 66, (Abril), pp. 125-140, [em linha], 2007, http://www.scielo.br/pdf/es/v20n66/v20n66a6.pdf [consultado em 2007-08-02]



P.S- E Já lá vão 2 Anos...

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Podemos continuar de costas voltadas. Eu escavo aqui e tu escavas ali. Não tem nada a ver. E o que importa são os euros.
:) não é assim que pensamos todos?!

a_magalhes

4:07 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O know-how, savoir-faire ou conhecimento processual?!

3:02 da tarde  
Blogger Australopithecus XXI said...

Todos!!! Desculpe a_magalhes mas eu não penso assim. Talvez algumas empresas e algums colegas pensem desta forma. Porém, ainda existem algumas pessoas com um pouco de integridade e de ética.

7:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home